20 de junho de 2018

Ars Poetica

Benedetto Gennari I
Roubado à natureza o dossiê secreto
Patente a analogia entre o fundo do poço
o rosto de Narciso o sangue do incesto
há de tudo prender-se aereamente solto
Que o verbo seja um espelho Ao mesmo tempo um véu
Que não baste no lago a pureza do rosto
A lira é com certeza a mão esquerda de Orfeu
Mas é a mão direita a que revolve o lodo.

- David Mourão Ferreira – (1927-1996)

Nenhum comentário: