8 de janeiro de 2018

Janeiro

Gogi Chagelishvili
Acaso, pensas, amada,
– Unida ao claro fogão,
Por sob a porta fechada
Geme o hibernal furacão; –

Que após o outono piedoso,
Os pássaros, povo exul, (*)
Por um dia tormentoso
Voaram todos ao Sul?

Que suas asas nevadas
Fatigou tanto viajar,
E sobre as longas estradas
’Steve a nevar, a nevar?...

E, mudos, tristes, transidos,
Perderam-se nas solidões?
Que passeávamos unidos
À voz das suas canções?

Ei! Sob os gelos perecem!
Trêmulo bando infeliz!
Pensas neles? Emudecem
Seus cantos primaveris!

Falas-me em horas suaves,
Das aves de abril em flor.
Mas outras serão as aves,
E esperará teu amor?...

François Coppée (1842-1908)
Tradução: Raimundo Correia e Valentim Magalhães


(*) Exul – Exilado, desterrado.

Nenhum comentário: