30 de março de 2010

Livro: Lavoura Arcaica
Autor: Raduan Nassar
Ed. Companhia das Letras.
Com uma linguagem rápida, valendo-se de metáforas poéticas, Raduan descreve a viagem particular de André, uma história de filho pródigo às avessas. André é filho de uma família tradicional de origem árabe, radicada no interior do Brasil, que ao contestar a tradição, a família e os mais profundos valores morais, passará por uma trajetória de revolta, crime, fuga e castigo. Com características autobiográficas, essa novela de drama rural, remete as próprias raízes culturais do autor, nascido em Pindorama interior paulista, filho de família de origem árabe. André é uma personagem reflexiva e contestadora, sob seu ponto de vista acompanharemos o desenrolar da trama. Ovelha negra da família, esmiuçando a anatomia das relações e personalidades familiares ele será autor de crime imperdoável contra os mais profundos valores morais. Sua culpa o fará fugir, para manter seu crime em segredo. A verdade não pode vir a tona sob pena de desagregar e destruir a família em todas suas relações. Nem a severidade e rusticidade do pai poderão reprimi-la, nem a ternura e compreensão da mãe poderá perdoá-la, nem a austeridade e responsabilidade do irmão mais velho poderá suporta-lá, nem a o amor da irmã, nem a revolta infantil do irmão mais novo. Inadmissível a todos seria seu crime. Sua fuga desencadeará uma busca pelo seu paradeiro, busca, no entanto, que revelará mais do que isso. Pela sua profundidade e beleza, essa obra de Raduan Nassar, está, com certeza, entre as maiores obras da literatura brasileira do século XX.

Nenhum comentário: