26 de abril de 2009

René Magritte
Só não te percas ao entrar
no meu infinito particular.

Nenhum comentário: