8 de janeiro de 2019

Vestibular 2ª Fase da Fuvest 2019

Leia os textos:
Texto I
Devo acrescentar que Marx nunca poderia ter suposto que o capitalismo preparava o caminho para a libertação humana se tivesse olhado sua história do ponto de vista das mulheres. Essa história ensina que, mesmo quando os homens alcançaram certo grau de liberdade formal, as mulheres sempre foram tratadas como seres socialmente inferiores, exploradas de modo similar às formas de escravidão. “Mulheres”, então, no contexto deste livro, significa não somente uma história oculta que necessita se fazer visível, mas também uma forma particular de exploração e, portanto, uma perspectiva especial a partir da qual se deve reconsiderar a história das relações capitalistas.
FEDERICI, Silvia, Calibã e a Bruxa: mulheres,
corpo e acumulação primitiva. S.l.: Elefante, 2017.
Texto II
Em todas as épocas sociais, o tempo necessário para produzir os meios de subsistência interessou necessariamente aos homens, embora de modo desigual, de acordo com o estádio de desenvolvimento da civilização.
MARX, Karl, O capital. São Paulo: Boitempo, 2017.
a) Existe diferença de sentido no emprego da palavra “homens” em cada um dos textos? Justifique.

b) Explique o uso das aspas em “’Mulheres’”, no texto I
Resolução:
a) No texto 1 “homens” foi empregado como pessoas do gênero masculino em oposição a “mulheres”. No texto II, “homens” foi empregado com sentido de humanidade.

b) As aspas foram usadas para destacar o significado atribuído à palavra “mulheres” que, segundo o autor, foi empregada no capitalismo como indicadora de seres “socialmente inferiores”.

Nenhum comentário: