5 de julho de 2017

Autobiografia literária

Vladimir Volegov
Quando era menino eu
brincava sozinho num
canto do pátio da escola
sem ninguém.

Odiava bonecas e
odiava jogos, os bichos eram
hostis e os pássaros
fugiam.

Se alguém me procurava
eu me escondia atrás de uma
árvore e gritava "Sou
um órfão."

E olha eu aqui, o
centro de toda beleza!
escrevendo estes versos!
Imagina!

Frank O'Hara (1926-1966)
Tradução: Beatriz Bastos e Paulo Henriques Britto

Nenhum comentário: