19 de junho de 2017

Colóquio sentimental

Briton Riviere - Jardim do Éden
No velho parque sozinho e gelado
Duas formas passaram, lado a lado...

De lábios moles e de olheiras cavas,
Mal se podendo ouvir suas palavras.

No velho parque sozinho e gelado
Dois espectros falaram do passado.

De nosso êxtase antigo tu te lembras sempre?
– Dize: Por que desejas que agora eu me lembre?

– Meu nome faz bater teu coração
Ainda e vês minha alma em sonhos? – Não.

— Ah! belos dias de glória indizível,
Sonorosos de beijos! – É possível.

– Como era azul o céu, como era grande a espera!
– Ah, como esta fugiu para negra atmosfera!

Iam assim entre as aveias alvas,
Só a noite escutou suas palavras.

Paul Verlaine (1844-1896)
Tradução: Jamil Almansur Haddad

Nenhum comentário: