14 de maio de 2017

Apontamentos para uma Ficção Suprema

Stephen Darbishire

IX
O poema oscila entre a algaravia
Do poeta e a do vernáculo. Será
Que vai de um ao outro ou é dos dois

Ao mesmo tempo? É luminoso esvoaçar
Ou é concentração de um dia sem sol?
Há um poema que jamais chega à palavra

E outro tagarela? O poema é ao mesmo tempo
Peculiar e geral? Aqui reside
Uma meditação, talvez até

Uma evasão, algo não apreendido
Ou mal apreendido. O poeta
Nos escapa em meio ao sem-sentido?

Este orador intenso e dependente,
Porta-voz em nossas mais brutas barreiras,
Expoente por um modo de dizer, falante

De uma fala que é da língua só um pouco?
Ele busca é a algaravia do vernáculo,
E com fala peculiar tenta exprimir

A peculiar potência do geral,
Fundir o latim da imaginação
Com a língua franca et jocundissima.

Wallace Stevens (1879-1955)
Tradução: Paulo Henriques Britto

Nenhum comentário: