14 de março de 2017

Momentos puros

Wendy Ng
Momentos puros – quando vens sobre mim – ó estás aqui agora,
Dá-me agora prazeres libidinosos tão-somente,
Dá-me a poção de minhas paixões, dá-me a vida áspera e viçosa,
Hoje eu me consorcio aos amores da Natureza, esta noite também,
Estou com aqueles que acreditam em delícias licenciosas,
compartilho das orgias dos jovens à meia-noite,
Danço com os dançarinos e bebo com os beberrões,
Os ecos fazemos soar com nossos gritos indecentes, escolho uma
pessoa rasteira para ser o meu amigo mais querido,
Ele há de ser sem lei, rude, analfabeto, há de ser alguém condenado
pelos outros por seus feitos,
Não mais estarei apartado, por que deveria eu me exilar de meus
companheiros?
Ó tu, que evitas as pessoas, pelo menos eu não te evito,
Avanço para o centro de onde estás, serei teu poeta,
Serei mais para ti do que para qualquer outro.

Walt Whitman (1819-1892)
Tradução: Luciano Alves

Nenhum comentário: