23 de fevereiro de 2017

Tarde na montanha

Gyokudo Kawai
Choveu há pouco
na montanha deserta.
De frescor a brisa da tarde
enche o outono...
Nos galhos dos pinheiros,
pinhas de raios de lua.
Uma fonte pura acaricia
os rochedos.
Quase a tocar nas flores de lótus,
as barcas dos pescadores.
Risos entre os bambus:
são as lavadeiras que voltam.
Por tudo quanto é lado,
ainda a beleza da primavera...
Por que também você
não fica mais um pouco?

Wang Wei (699–759)
Tradução: Sérgio Capparelli e Sun Yuqi
燕科燕科燕科燕科

Nenhum comentário: