29 de janeiro de 2017

O sol entrou feliz

Raoul Dufy
O sol entrou feliz pela janela
e tudo iluminou alegremente.
Há um cão que ladra, e um pássaro desgrana
ligeiras harmonias em torrentes.

De costas em meu leito, sinto um vago
desejo de adorar essa distâncias,
de me perder na cerração dos lagos,
de me cegar na luz dessa alegria;

de ir cantando por um caminho agreste
e de sentir todo o dulçor das tardes,
o coração repleto da celeste
chama de amor que nos caminhos arde.

Pablo Neruda (1904-1973)

Nenhum comentário: