31 de dezembro de 2016

Se o particular tem significado, deve haver universais

Michelangelo - Sibyls Erythraea
O mundo real é o mundo das ideias, que contém as formas ideais de tudo.
Nascemos com os conceitos dessas formas ideais em nossas mentes.
O mundo ilusório em vivemos – o mundo dos sentidos – contém cópias imperfeitas das formas ideais.
Reconhecemos as coisas do mundo, como cães, porque reconhecemos que são cópias imperfeitas dos conceitos em nossas mentes. Tudo nesse mundo é uma “sombra” de sua forma ideal no mundo das ideias.
A alma do homem é imortal e imperecível.
O que chamamos de aprendizado é só um processo de reminiscência.
Platão (428-348 a.C.)

Nenhum comentário: