21 de agosto de 2016

As mãos e os frutos

Bartolome Esteban Murillo
Cantas. E fica a vida suspensa.
É como se um rio cantasse:
em redor é tudo teu;
mas quando cessa teu canto
o silêncio é todo meu.

Eugénio de Andrade (1923-2005)

Nenhum comentário: