1 de julho de 2016

O Sentido da Vida

François Fressinier
Quando falham todas as seguranças,
quando todos os apoios humanos foram derrubados
e desapareceram os atavios e as vestes,
o homem, desnudo e livre, quase contrafeito,
encontra-se nas mãos de Deus.
Um homem desnudo é um homem entregue,
como essas aves desplumadas que se sentem
exultantes nas mãos cálidas do Pai.

Quando não se tem nada, Deus transforma-se em tudo.

Ignacio Larrañaga (1928-2013)

Nenhum comentário: