21 de junho de 2016

Meu Rei

June Carey
Meu Rei, houve um tempo em que eu não estava pronto para Ti.
Todavia, sem que eu pedisse,
entraste em meu coração como um desconhecido qualquer,
e marcaste os momentos fugazes da minha vida com Teu selo de
eternidade.
Hoje, quando me deparo ao acaso com esses momentos
e neles vejo a Tua marca,
percebo que eles ficaram espalhados no pó,
misturados com a lembrança de alegrias
e tristezas dos meus dias esquecidos.
Tu não desprezavas os meus brinquedos de criança pelo chão,
e os passos que eu ouvia em meu quarto de brincar
são os mesmos que agora ecoam de estrela em estrela.

Rabindranath Tagore (1861-1941)

Nenhum comentário: