18 de maio de 2016

Um Fado

Toni Frissell
A sala escurece
A rua amanhece
Tu cantas a emoção
Entras dentro do coração
De quem fecha os olhos
Para ouvir a tua luz
Para ouvir o bater
(um quase truz-truz)
Do teu coração
que entregas
de uma forma desalmada
ao fado-canção
que enche a madrugada.

Luís Milheiro

Nenhum comentário: