17 de maio de 2016

Manifesto

Lucio Amitrano
Sim ao prazer sem custo.
Acatar, beber, dividir o bom
que venha feito o sol, gratuito.

Quem sabe se o dom, o sem-razão
e o sem-motivos possam mais
do que exigimos. Nem se duvide

do que é capaz a coincidência
entre coisas. Nesse mundo
em que gênios são servos de si mesmos,

pratique-se o descanso, para
que o fogo nunca esteja frio
e o coração passeie seus cavalos.

Eucanaã Ferraz

Nenhum comentário: