24 de maio de 2016

Liberdade e Igualdade!

Lauren Beisel: Sinos de Santorini
Liberdade e igualdade!, escuta-se ecoar;
O pacato cidadão defende-se,
Enchem-se as ruas, os mercados,
E bandos de estranguladores surgem por toda volta;
Então as mulheres tornam-se hienas
E agem apavorantes, sarcásticas,
E ainda contorcendo-se, com dentes de pantera,
Rasgam o coração do inimigo.
Nada Santo o é mais, desatam-se
Todos os laços do piedoso temor,
O bem cede lugar ao mal,
E todos os vícios reinam livres.
Perigoso é acordar o leão,
Destruidor é o dente do tigre,
No entanto, o mais terrível dos horrores,
É o homem no seu desvario.
Ai daqueles que emprestam ao eterno cego
O facho da luz celestial!
Este não brilha para ele, a luz tão somente queima
E torna em cinzas cidades e países.

Friedrich Schiller (1759-1805)
Tradução: Maria Costa

Nenhum comentário: