5 de maio de 2016

Insônia

Pascal De Beucker
Só tu, musa cruel!
Só tu eras capaz
De uma tortura tão desnaturada.
Do pôr do sol até de madrugada,
O poeta indefeso
A ler um verso aceso
Na lâmpada apagada.

Miguel Torga (1907-1995)

Nenhum comentário: