5 de março de 2016

Soneto da Lição Zoológica

Paul Gauguin
Quando menino nunca amei leões.
Preferi os animais mais delicados.
Por patos mansos e por camaleões
meu zoo infantil era habitado.

Tive um cão que foi predestinado:
por sua amada se perdeu em fuga.
E um gafanhoto místico e alado
que pulava mais alto que uma pulga.

Amei abelhas, lagartos, formigões
e galos magros de expelir auroras...
Fiéis amigos que foram embora!

Todos eles me encheram de lições
de ternura que, homem, desaprendi.
De leões só vim saber quando cresci.

João Carlos Teixeira Gomes

Nenhum comentário: