2 de março de 2016

Para Todos

Vladimir Kush
Ah! estar vivo
numa manhã de meados de setembro
cruzando um riacho
com pés desnudos, calças dobradas,
segurando as botas, num embrulho,
à luz do sol, águas gélidas rasas,
montanhas rochosas ao norte.
Murmurar e reluzir das águas gélidas
seixos sob os pés, miúdos e duros
como se fossem dedos
nariz frio gotejando
cantando dentro
música fluvial, música cordial,
cheiro de sol sobre o cascalho.

Eu prometi aliança
Eu prometi aliança ao solo
da Ilha da Tartaruga,
e aos seres que lá habitam
um ecossistema
em diversidade
sob o sol
Com a alegre interpenetração de tudo.

Gary Snyder
Tradução: Leonardo de Magalhaens

Nenhum comentário: