15 de março de 2016

Amendoeira III

John William Waterhouse - Almond Blossoms
Espaço, és um sentido evangélico.
A amendoeira de faz
do restrito: sua vida
anseia o outeiro derribado
ao sol poente.

Vaga forma de música,
vibra tua seiva criando
um teto de ouro:
aqui, neste instante, fica:

nada melhor que o poema
para te fazer viver.
Pelo tronco escuro
um azul amanhece
- és tu, amendoeira,
no teu novo ser de amanhã.

Lúcio Cardoso (1912-1968)

Nenhum comentário: