10 de janeiro de 2016

Paris

James Jacques Joseph Tissot
A cortina branca às pregas
Ela dá dois passos e volta-se,
A cortina imóvel, a luz
Vacila nos seus olhos.

Os candeeiros são dourados.
A tarde inclina-se, em silêncio.
Ela dança na minha vida.
O dia branco arde.

Harold Pinter (1930-2008)
Tradução: Miguel Castro Caldas

Nenhum comentário: