21 de dezembro de 2015

Anunciação

Luca Giordano
A salvação de quem a deseja está perto;
Quem anda pelas tetras que este mundo comporta,
Quem não pode pecar – e os pecados suporta,
Quem não pode morrer – e a morte é seu fim certo,
Deixa, Virgem fiel, que Todos se acalentem
Na prisão de teu ventre; e lá, embora não
Possam pecar, e nem lhes dês a carne, vão
Tê-la, para que a força da morte experimentem.
Nem criado era o tempo nas esferas, Senhora,
E estavas já na ideia de Deus, teu Filho, e Irmão;
Ele, a quem concebeste, te concebera, e agora,
Criadora do Criador, de teu Pai és a mãe.
Luz na treva, enclausuras em pequeno guardado
A imensidade toda no ventre abençoado.

John Donne (1572-1631)
Tradução: Afonso Félix de Sousa

Nenhum comentário: