12 de novembro de 2015

O Viandante e o Acaso

Johann Michael Wittmer - Esopo
“Ao completar uma longa caminhada, um viandante,
fraquejando de cansaço, deitou-se á beira de um poço
e adormeceu. Estava ele quase despencando no poço,
quando o Acaso parou ao lado dele e o despertou,
dizendo a seguir: “Ô, camarada, se você tivesse caído, jogaria
a culpa em mim, e não em seu próprio descuido!”.

Esopo (620 a.C. - 564 a.C.)
Tradução: Maria Celeste C. Dezotti

Nenhum comentário: