18 de novembro de 2015

Mofadores

Ohara Koson
Zombai, zombai, Voltaire, Rousseau!
Zombai, zombai: tudo, porém, em vão!
Vós atirais a areia contra o vento,
E o vento a sopra na sua direção.

E cada areia torna-se uma gema
Refletida nos raios divinais;
Sopradas, cegam o olho do zombador,
Mas nas trilhas de Israel cintilam mais.

Tanto os átomos de Demócrito
Quanto as partículas de Newton são
Areias onde, junto ao Mar Vermelho,
Fulgem as tendas de Israel com tal clarão.

William Blake (1757-1827)
Tradução: Paulo Vizioli

Nenhum comentário: