24 de novembro de 2015

Meus Olhos Tão Suaves

Hans Zatzka
Não renuncie à sua solidão
Tão rapidamente.
Deixe-a cortar mais fundo.

Deixe-a fermentar e amadurecer
Como poucos ingredientes humanos
Ou mesmo divinos conseguem.

Algo ausente no meu coração esta noite
Tornou meus olhos tão suaves,
Minha voz
Tão terna,

Minha necessidade de Deus
Tão absolutamente
Clara.

Al-Din Muhammad Hafiz (1325-1390)
Tradução: Alexandra Nikasios

Nenhum comentário: