23 de novembro de 2015

A Pergunta

Diego Rivera
Esperar o quê
os mortos calam-se ou são silenciados
só nas filas para lojas vazias
se verifica crescimento contínuo:
A agitação não traz
senão benção
fraternidade em papel de jornal
para embrulhar

Nenhuma hora regressa
e cada novo dia executa
o anterior com maior esforço:

Uma história curta e brutal
cheia de longas promessas
que já não conseguem abafar
as tuas perguntas.

Günter Kunert
Tradução: Ana Tönnies

Nenhum comentário: