14 de outubro de 2015

Rima

Monica Stewart
Lábios, vigias de minha paixão outrora acesa
mãos, cadeias da juventude que tão logo passa
cor de um rosto perdido em meio à natureza
Árvores... Pássaros... Caça.

Corpo, racismo negro sob um sol que te arde
corpo, magnífico navio, que rumo levas?
É esta a hora em que sufoca a tarde
e eu me afadigo a procurar as trevas...

(os dias roem nossa vida sem alarde).

Giórgos Seféris (1900-1971)
Tradução: José Paulo Paes

Nenhum comentário: