23 de outubro de 2015

Prazeres

Albert Anker
O primeiro olhar da janela de manhã
O velho livro de novo encontrado
Rostos animados
Neve, o mudar das estações
O jornal
O cão
A dialética
Tomar ducha, nadar
Velha música
Sapatos cômodos
Compreender
Música nova
Escrever, plantar
Viajar, cantar
Ser amável.

Bertolt Brecht (1898-1956)
Tradução: Paulo Quintela

Nenhum comentário: