21 de outubro de 2015

Imaginação Humana

Toulouse Lautrec
A imaginação humana é imensamente mais pobre do que a realidade. Se pensamos no futuro, vemo-lo sempre desenvolver-se segundo um sistema monótono. Não pensamos que o passado é um multicolor caos de gerações. Isto pode também servir para nos consolar dos terrores causados pela «barbárie técnica e totalitária» do futuro. Nos cem anos mais próximos poderá produzir-se uma sequência de, pelo menos, três momentos, e o espírito humano poderá, sucessivamente, viver na rua, na prisão e nos jornais.
O mesmo se pode dizer do futuro pessoal.
Cesare Pavese (1908-1950)
Tradução: Alfredo Amorim

Nenhum comentário: