22 de setembro de 2015

Como Secar as Palavras

Catrin Welz-Stein
Como secar as palavras
se elas entornam de minhas mãos
indiferentes ao meu gesto controlador?
E como controlar as lágrimas, como fazê-lo?
se elas insistem em brotar como filetes de água
se anunciando cachoeiras ridículas, prestes a
desaguar rio acima?
Como ressecar os sentimentos
que umedecem a minha alma e parecem brotar
de novo
do pano de chão com que as esfrego, cônscio
da inutilidade do ato?
Difícil é o ofício, disse o poeta.
Mas viver, meu Deus!, também
como é difícil!

Hermínio Bello de Carvalho

Nenhum comentário: