10 de julho de 2015

Grandes Filósofos

As grandes questões e problemas com relação ao conhecimento, verdade, existência, linguagem e valores são estudados pela filosofia. E nesta abordagem, os argumentos racionais tornam esse segmento especial e diferente da mitologia e religião.
Há métodos importantes utilizados como experiência de pensamento, argumentação lógica. Nesta seleção estão os 10 maiores filósofos de todos os tempos que muito contribuíram para filosofia.
Jacques Louis David - Sócrates
Os 10 maiores Filósofos de todos os tempos.
1º Lugar:
Sócrates (470-399 a.C.)
Sócrates foi filósofo ateniense e é ícone importantíssimo da tradição filosófica ocidental, ocupando liderança entre os 10 maiores filósofos de todos os tempos. É afirmado que este filósofo é fundador do que se conhece atualmente por filosofia ocidental.
Sócrates foi influenciado por conhecimento de grande filósofo grego, Anaxágoras. Os seus estudos iniciais e pensamentos tratam acerca da essência da natureza da alma humana.
“Só sei que nada sei”.
Sócrates
“Felicidade é ver o bem que podemos fazer,
e nos conduzir a isto”.

Sócrates
2º Lugar:
Aristóteles (384-322 a.C.)
Aristóteles de Estagira é um grande filósofo grego, considerado um dos maiores pensadores dos tempos. As reflexões de filosofia de Aristóteles, são originais e de reformulação da tradição grega, terminaram por arquitetar maneira de pensar, estendendo-se pelos séculos.
Este filósofo contribui de forma inigualável para pensamento humano, com destaque para metafísica, lógica, ética, física, política, psicologia, retórica, dentre outros. Muitos o consideram como filósofo mais influente do pensamento ocidental.
“O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete”.
Aristóteles
3º Lugar:
Platão (428-347 a.C.)
Platão de Atenas foi discípulo de Sócrates, filósofo grego e responsável pela fundação da Academia e mestre de Aristóteles. O que se acredita é que Platão foi apelido que, de forma provável, era referente à sua aparência física, porte atlético ou pelos ombros largos; mais uma referência era para sua grande capacidade intelectual para tratar vários temas.
A filosofia de Platão é considerada de ampla influência e importância; este filósofo ocupou-se de muitos temas, como política, metafísica, e ética.
“Quem comente uma injustiça
é sempre mais infeliz que o injustiçado”.

Platão
4º Lugar:
René Descartes (1596-1650)
Descartes é filósofo, matemático e físico francês. Recebeu destaque, sobretudo por seu trabalho revolucionário da Filosofia, e também foi famoso pela invenção do sistema de coordenadas cartesiano, influenciando o Cálculo Moderno.
Em vezes é caracterizado como fundador da filosofia moderna, e também pai da matemática moderna, sendo um dos pensadores de maior influência e importância da história.
“Penso, logo existo”.
René Descartes
5º Lugar:
Friedrich Nietzsche (1844-1900)
Nietzsche foi filósofo alemão de influência do século XIX, e também crítico acerca da cultura ocidental e religiões, e como conseqüência, da moral judaico-cristã. Até atualmente é associado ao fascismo e niilismo por alguns. Grandes estudiosos e leitores de Nietzsche buscaram desfazer esta visão, como Foucault, Deleuze, e Klossowski.
“Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas”.
Nietzsche
6º Lugar:
Euclides (360-295 a.C.)
Euclides de Alexandria é responsável pela famosa geometria euclidiana. Trata-se do espaço euclidiano, simétrico e geométrico, imutável, metáfora do conhecimento na antiguidade clássica, que permaneceu incólume em pensamento matemático medieval e renascentista, porque apenas em tempos modernos foram construídos modelos de geometrias não-euclidianas.
Este filósofo foi também escritor, professor e matemático platônico, e teria sido educado em Atenas, e estado na Academia de Platão, no pleno florescimento da cultura helenística.
“Um número é uma pluralidade composta de unidades”.
Euclides
7º Lugar:
Jean-Jacques Rousseau (1712-1778)
Este filósofo suíço, teórico político, compositor musical autodidata e ainda escritor é sétima posição nesta seleção. É uma das personalidades de destaque do Iluminismo francês, e ainda precursor do romantismo.
Rousseau simbolizou uma das principais inspirações ideológicas da segunda fase da Revolução Francesa; que é última das revoluções modernas, e que iniciou período enorme do terror e instabilidade política. É de sua autoria Contrato Social, com inspiração para revolucionários e regimes nacionalistas e opressivos.
“Geralmente, aqueles que sabem pouco
falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco”.

Jean-Jacques Rousseau
8º Lugar:
Immanuel Kant (1724-1804)
Kant foi filósofo prussiano, no geral considerado como último grande filósofo dos princípios da era moderna, e ainda destaque do Iluminismo, de forma indiscutível, um dos pensadores de maior influência. Este filósofo conquistou grande impacto no Romantismo alemão e em filosofias idealistas do século XIX; sua faceta idealista foi ponto de início para Hegel.
“A boa vontade é condição indispensável
para sermos dignos de felicidade”.

Immanuel Kant
9º Lugar:
Santo Agostinho (354-430)
Santo Agostinho é conhecido também como Agostinho de Hipona ou Aurélio Agostinho, e ocupa a nona posição entre os 10 maiores filósofos de todos os tempos. Além de filósofo foi teólogo e bispo católico, falecendo em Hipona. É tido por católicos santo e doutor da doutrina da Igreja.
“A verdadeira medida do amor é não ter medida”.
Santo Agostinho
10º Lugar:
Blaise Pascal (1623-1662)
Blaise Pascal é considerado grande filósofo, matemático francês e físico, responsável por uma das afirmações mais lembradas pela humanidade em séculos seguintes como filósofo e místico, “O coração tem razões que a própria razão desconhece”. Essa frase é síntese da sua doutrina, emoção e raciocínio lógico.
“O pensamento faz a grandeza do homem”.
Blaise Pascal

Nenhum comentário: