23 de julho de 2015

As Duas Fontes da Moral e da Religião

Edouard Vuillard
“A humanidade geme, meio esmagada sob o peso do progresso que conseguiu. Ela não sabe o suficiente que seu futuro depende dela. Cabe-lhe primeiro ver se quer continuar a viver. Cabe-lhe indagar depois se quer viver apenas, ou fazer um esforço a mais para que se realize, em nosso planeta refratário, a função essencial do universo, que é uma máquina de fazer deuses”.
Henri-Louis Bergson (1859-1941)

Nenhum comentário: