5 de junho de 2015

Encantamento

Louis Anquetin
Por ti são de tristeza as minhas lágrimas,
Por ti as minhas lágrimas
São de alegria,
Porque pura vieste
Florir-me a Vida-Morte
¾ Poesia !

Num fundo vago, verde-esperança,
Tu és a estrela
¾ Tu és a flor-estrela-d´alva
Nascida e orvalhada
Dentro de uma criança.

Tu és a alma do universo
¾ Tu, Poesia-perfume
De flor ¾ poesia-lume
De estrela - Alma do verso...

Emiliano da Costa (1884-1968)‎

Nenhum comentário: