17 de maio de 2015

ODE 1.11 – à Leucónoe

Anna Marinova
Não indagues, Leucónoe¹, ímpio é saber,
a duração da vida
que os deuses decidiram conceder-nos,
nem consultes os astros babilônicos:
melhor é suportar
tudo o que acontecer.

Quer Júpiter te dê muitos invernos,
quer seja o derradeiro
este que vem fazendo o mar Tirreno
cansar-se contra as rochas,
mostra-te sábia, clarifica os vinhos,
corta a longa esperança,
que é breve o nosso prazo de existência.

Enquanto conversamos,
foge o tempo invejoso.
Desfruta o dia de hoje, acreditando
o mínimo possível no amanhã.

Quinto Horácio Flaco (65 - 8 a.C.)
Tradução: Péricles Eugênio da Silva Ramos.

1. Na Mitologia Romana ,Leucónoe é filha de Netuno.

Nenhum comentário: