30 de maio de 2015

Assombração Inglesa

Georges Laugée
Perto da Avenida Malaquias
numa casa gótica levantada
por ex-capitão de navio inglês
que em frente à casa erguera o mastro do velho barco
durante anos comandado por ele,
em noites de muito escuro e vento mau
houve quem avistasse um marinheiro
no alto do mastro. Devia ser fantasma
do marinheiro inglês, alma de bife,
já descarnado em espírito, mas sem saber
separar-se daquele pedaço de navio velho
perdido entre mangueiras e jaqueiras do Recife.

Gilberto Freyre (1900-1987)

Nenhum comentário: