4 de maio de 2015

A Pele de Touro

René Magritte
Se te chamam a guiar
um breve momento
do caminhar milenário
das gerações,
afasta o oiro,
o sono e o nome.
Também a pompa
vã das palavras,
a vergonha do ventre
e das honrarias.
Imporás
a verdade
até à morte,
sem a ajuda
de nenhum consolo.
Não esperes nunca
deixar lembrança,
porque és apenas
o mais humilde
dos servidores.
O desvalido
e o que sofre
sempre serão
os teus únicos senhores.
Excepto Deus,
que te pôs
debaixo dos pés
de todos.

Salvador Espriu (1913-1985)

Nenhum comentário: