21 de março de 2015

Reflexão

Herbert James Draper - The Vintage Morn
As uvas do meu corpo só podem se tornar vinho
Depois que o vinhateiro me pisoteia.
Eu entrego o meu espírito como uvas ao seu atropelamento
Então meu íntimo pode abrir-se e dançar com alegria.
Embora as uvas continuem chorando sangue e soluçando
"Eu não posso mais suportar a angústia,
nenhuma crueldade a mais",
O pisoteador entope de algodão os seus ouvidos:
"Eu não estou trabalhando na ignorância
Você pode negar-me se você quer, você tem cada desculpa,
mas eu é que sou o Mestre deste trabalho.
E quando, através da minha paixão, você alcançar a perfeição,
Você não ficará pronto elogiando o meu nome. "

Jalaludin Rumi (1207-1273)

Nenhum comentário: