19 de março de 2015

Cântico 21

William-Adolphe Bouguereau
O teu começo vem de muito longe.
O teu fim termina no teu começo.
Contempla-te em redor.
Compara...
Tudo é o mesmo.
Tudo é sem mudança.
Só as cores e as linhas mudaram.
Que importa as cores, para o Senhor da Luz?
Dentro das cores a luz é a mesma.
Que importa as linhas, para o Senhor do Ritmo?
Dentro das linhas o ritmo é igual.
Os outros veem com os olhos ensombrados
Que o mundo perturbou.
Com as novas formas,
Com as novas tintas.
Tu verás com os teus olhos.
Em Sabedoria.
E verás muito além.

Cecília Meireles (1901-1964)

Nenhum comentário: