22 de fevereiro de 2015

Gozemos a vida, Lésbia

Sir Edward John Poynter - Lesbia e seu pássaro
Vamos viver, minha Lésbia, e amar,
e aos rumores dos velhos mais severos,
a todos, voz nem vez vamos dar. Sóis
podem morrer ou renascer, mas nós
quando breve morrer a nossa luz,
perpétua noite dormiremos, só.

Dá mil beijos, depois outros cem, dá
muitos mil, depois outros sem fim, dá
mais mil ainda e enfim mais cem – então
quando beijos beijarmos (aos milhares!)
vamos perder a conta, confundir,
p’ra que infeliz nenhum possa invejar,
se de tantos souber, tão longos beijos.

Caio Valério Catulo (84–54 a.C.)
Tradução: João Angelo Oliva Neto

Nenhum comentário: