27 de janeiro de 2015

Amar

Natalia-Artemieva-Nimbypolis
“Amar não é aceitar tudo,
aliás, onde tudo é aceito,
desconfio que há falta de amor.

Amar é rasgar todas as máscaras
para que apareça a verdadeira face humana,
no esplendor de sua verdade”.

Vladimir Maiakovski (1893-1930)

Nenhum comentário: