16 de dezembro de 2014

Soneto do amor nos *Apeninos

Albert Bierstadt
Devoro-te deliciosamente
Nas noites claras das mantanhas...
fazendo, por certo, minhas manhas
Pra ver-te acordar sorridente!!!

Devoro-te, sem mais nem menos,
Sem muita explicação.
Sobre coisas do coração,
Quanto mais se fala, fala-se menos!!!

Devoro-te com apetite
Como faz um menino
Quando tem o que ele quer...

Devoro-te e aceito o convite
Pra do cume dos *Apeninos
Fazer-te inteira minha mulher!!!

- Orlando Costa Filho

*A Cordilheira dos Apeninos fica na Itália

Nenhum comentário: