13 de novembro de 2014

O Porto Sepulto

Claude Monet
Ali chega o poeta
e depois regressa à luz com seus cantos
e os dispersa

Desta poesia
me sobra
aquele nada
de inesgotável segredo.

Giuseppe Ungaretti (1888-1970)
Tradução: Geraldo Holanda Cavalcanti

Nenhum comentário: