18 de novembro de 2014

O menino que fui existe onde não estou

Simon Glücklichevening
O menino que fui não sou eu,
é outro menino, mais antigo,
que veio antes de mim

o menino que fui
nenhum poeta imagina,
nenhuma palavra recria

o menino que fui não foi.

Nicolas Behr

Nenhum comentário: