11 de novembro de 2014

Reflexão sobre a Vida

Gustave Loiseau
Sou uma pobre velha mulher,
Muito ignorante, que nem sabe ler.
Mostraram-me na igreja da minha terra
Um Paraíso com harpas pintado
E o inferno onde fervem almas danadas,
Um enche-me de júbilo, o outro me aterra (...).

François Villon (1431-1463)

Nenhum comentário: