28 de outubro de 2014

Amantes

William Powell Frith
Uma flor
na lonjura da noite
meu corpo calado
se abre
à delicada urgência do orvalho.

Alejandra Pizarnik (1936-1972)
Tradução: Diogo Vaz Pinto

Nenhum comentário: