24 de setembro de 2014

Estarei diante de ti face a face?

Heide Presse
Dias a fio, ó senhor da minha vida,
estarei diante de ti face a face?
De mãos postas, ó senhor de todos os mundos,
estarei diante de ti face a face?
Sob o teu imenso firmamento, na solidão
e no silêncio e de coração humilde,
estarei diante de ti face a face?

Neste mundo laborioso que é teu, turbulento de
lidas e lutas, entre atropeladas multidões,
estarei diante de ti face a face?
E quando a minha missão findar neste mundo,
ó Rei dos reis, sozinho e mudo,
estarei diante de ti face a face?

Rabindranath Tagore (1861-1941)

Nenhum comentário: