4 de março de 2014

Busca

Paul Klee
Ando descalço
pelo asfalto
o sangue escorre o canto é triste

palavras
vazias

corro atrás
talvez de uma fuga
do que não sei

em meus sonhos
só os pesadelos
acordam-me do medo
do que amanhã serei.

Anchieta Rolim

Nenhum comentário: