1 de março de 2014

Haikai

Ursula Abresch
Purificar, gotas de orvalho
em vossa tão breve água
estas mãos escuras e vivas!

Matsuo Bashô (1644-1694)
Tradução: Casimiro de Brito

Nenhum comentário: